06 agosto 2006

Ataque de cão em fúria a ursinhos custa R$ 240 mil

Organizadores do parque Wookey Hole Caves, na Inglaterra estão literalmente juntando os pedaços de uma exposição de ursinhos de pelúcia raros, depois de um inexplicável ataque do cão dobermann que estava lá para protegê-los.

Entre os mimos destroçados estava um urso da clássica marca alemã Steiff, que pertenceu a Elvis Presley e valia 40 mil libras – cerca de R$ 160 mil.

Mabel, como se chamava o ursinho que acabou decapitado, foi feito na Alemanha em 1909 e comprado por um aristocrata britânico em um leilão em Memphis, no Tennessee.

O bibelô do Rei do Rock foi a vítima mais ilustre do cão Barney, que deixou outras 20 mil libras – cerca de R$ 80 mil – em prejuízos causados a outros bonecos.
Todos os objetos expostos valiam cerca de R$ 2 milhões, segundo o parque.

“Cabeças arrancadas, braços, pernas aqui e acolá, foi de fato uma carnificina”, confirmou à BBC Daniel Medley, gerente do parque temático, em Somerset.
“Cerca de cem ursos de pelúcia foram atingidos neste ataque violento, alguns com mordidas leves, outros com danos bem graves.”

Exposição valia R$ 2 mi

O responsável de segurança na hora do ataque não conseguiu explicar por que o cachorro – cujo destino agora é incerto – fugiu do controle.

“Talvez houvesse um cheiro estranho em Mabel que despertou os instintos mais básicos de Barney, ou talvez ele tenha ficado enciumado – eu estava apenas balançando Mabel e dizendo que ursinho fofo ele era”, declarou o guarda Greg West.

“Barney foi um exemplo por mais de seis anos. Ainda não acredito que isto aconteceu.”

3 comentários:

Cacau disse...

Só tenho uma coisa a dizer sobre isso: eita ;-))!!!!!

beijocas,

Cacau

.::.paulinha.::. disse...

melhores momentos:
"foi de fato uma carnificina”
"por que o cachorro – cujo destino agora é incerto"

Eu acho q ele fez isso pq se chama Barney! Quem nomeia um doberman de Barney????

disse...

Deve ser o mal do nome... Eu também já tive uma experiência metafísica com seres de nome Barney. No aniversário da minha priminha, juntamos a primaiada toda para a clássica foto "a grande família" e, ao ser revelada, eis que no único lugar não preenchido por um dos primos, lá estava ele, Barney, o dinossauro roxo. Ele voltou das trevas onde flanam os ursinhos de pelúcia chacinados e outros seres para nos passar uma mensagem definitiva: "é tão bom ser seu amigo...hã hã hããã"