01 outubro 2007

Governador do DF "demite" gerúndio

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, "demitiu", em decreto publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial do Distrito Federal, "o gerúndio de todos os órgãos do Governo Federal".

O gerúndio é uma forma nominal do verbo, invariável, terminada em "ndo", normalmente usada para expressar sentido de continuidade, por exemplo, estamos "providenciando".
De acordo com o decreto de Arruda, o uso do "gerúndio para desculpa de ineficiência" está proibido a partir desta segunda nos órgãos do governo.

Tirado daqui

PS - Até que enfim alguém fez algo para deter essa praga! :)

Um comentário:

Taís disse...

Tá, e a ineficiência?
"Vai estar sendo" proibida desde quando?